quinta-feira, 12 de outubro de 2017

É correto reunir-se no Templo e nas Casas?

É CORRETO REUNIR-SE NO TEMPLO?
É CORRETO REUNIR-SE NAS CASAS?

1.   Há igrejas mais tradicionais que se reúnem exclusivamente nos templos (prédios).
2.   Há igrejas que se reúnem no templo (prédio) e nas casas (grupos pequenos ou células).
3.   E há movimentos mais recentes que se reúnem apenas nas casas.

O que cada grupo diz?

1.       O grupo 1 diz que os cristãos do NT se reuniam nas casas no início por serem poucos e que mais tarde com o crescimento numérico se tornou inevitável reunir-se em edifícios maiores (templos). Por isso trocaram as casas pelo edifício maior (chamado de templo).

2.       O grupo 2 diz que os cristãos do NT se reuniam regularmente nas casas e também em locais públicos (que mais tarde foram genericamente chamados de templo).

3.       O grupo 3 diz que os cristãos do NT se reuniam apenas nas casas e que o Templo não era mais usado.

Encontramos cristãos verdadeiros nos 3 grupos, mas é importante analisarmos o que a Bíblia diz sobre a forma de nos reunirmos.


ANTES DE ANALISAR A BÍBLIA, É PRECISO DESTACAR O SEGUINTE:
  • Todos os cristãos (dos 3 grupos) concordam que no NT o Templo de Jerusalém perdeu seu papel e importância pois os sacrifícios de animais agora são desnecessários.
  • Todos os cristãos (dos 3 grupos) concordam que no NT cada cristão é templo do Espírito Santo, ou seja, somos habitados por Ele e carregamos Sua presença em todos os lugares.
  • Os grupos 1 e 2 usam a palavra “Templo” ou “Igreja” para designar os edifícios (locais) onde a igreja (grupo de cristãos) se reúne para cultuar a Deus. Mas todos sabem que na Bíblia o termo igreja se refere às pessoas e não aos edifícios.
  • Nenhum grupo cristão ao usar a palavra “Templo” para seu local de culto está se referindo ao Templo judaico. É importante lembrar que no judaísmo existia apenas um Templo (que ficava em Jerusalém) e haviam Sinagogas espalhadas pelas cidades (da Palestina e mundo afora) onde os judeus se reuniam toda semana para ler as Escrituras e cultuar a Deus. Os judeus que não moravam em Jerusalém visitavam o Templo algumas poucas vezes, durante as festas judaicas, e isso se tivessem condições de viajar.


DITO ISSO, VAMOS AGORA AO NOVO TESTAMENTO...

TUDO COMEÇA COM JESUS – ELE PREGAVA PUBLICAMENTE (ao ar livre, nas sinagogas e no Templo) E TAMBÉM NAS CASAS (o publicano Zaqueu, o fariseu Simão, o amigo Lázaro, etc).

AO AR LIVRE
Mat 5:1-2 Vendo as multidões, Jesus subiu ao monte e se assentou. Seus discípulos aproximaram-se dele, e ele começou a ensiná-los.

Mat 13:2 Reuniu-se ao seu redor uma multidão tão grande que ele teve que entrar num barco e assentar-se nele, enquanto todo o povo ficou na praia.

NAS SINAGOGAS E NO TEMPLO
João 18:20 Respondeu-lhe Jesus: "Eu falei abertamente ao mundo; sempre ensinei nas sinagogas e no templo, onde todos os judeus se reúnem. Nada disse em segredo.

NAS CASAS
Mar 1:29 Logo que saíram da sinagoga, foram com Tiago e João à casa de Simão e André.

Lucas 4:38 Jesus saiu da sinagoga e foi à casa de Simão. A sogra de Simão estava com febre alta, e pediram a Jesus que fizesse algo por ela.

João 12:3 Então Maria pegou um frasco de nardo puro, que era um perfume caro, derramou-o sobre os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos. E a casa encheu-se com a fragrância do perfume.

Ele deu o exemplo e ao fazer isso estabeleceu um padrão para a igreja: reunião em local público e nas casas. E para não haver dúvidas ele instruiu os discípulos para que quando chegassem numa cidade se estabelecessem numa casa.
Mat 10:11-13 Na cidade ou povoado em que entrarem, procurem alguém digno de recebê-los, e fiquem em sua casa até partirem. Ao entrarem na casa, saúdem-na. Se a casa for digna, que a paz de vocês repouse sobre ela; se não for, que a paz retorne para vocês.

ANTES DO PENTECOSTES OS CRISTÃOS JÁ SE REUNIAM NUMA CASA E PUBLICAMENTE!!
At 1:13 Quando chegaram, subiram ao aposento onde estavam hospedados. Achavam-se presentes Pedro, João, Tiago e André; Filipe, Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, Simão, o zelote, e Judas, filho de Tiago.
At 1:14 Todos eles se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus.
At 1:15 Naqueles dias Pedro levantou-se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte pessoas,
Os apóstolos estavam hospedados no cenáculo que tinha um salão relativamente amplo. Ou seja, o cenáculo era ao mesmo tempo uma casa e um local para grandes reuniões pois comportava um público de 120 pessoas. Alguns arqueólogos dizem que essa casa havia sido usada no passado como sinagoga. Nesse local que eles elegem Matias como substituto de Judas.

NO DIA DO PENTECOSTES OS CRISTÃOS SE REUNIRAM NUMA CASA E PUBLICAMENTE!!
Os cristãos estavam reunidos no cenáculo em oração:
At 2:1 Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num só lugar.
At 2:2 De repente veio do céu um som, como de um vento muito forte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados.

Após a descida do Espírito Santo vemos que eles vão para fora e Pedro prega publicamente para uma multidão.
At 2:14 Então Pedro levantou-se com os Onze e, em alta voz, dirigiu-se à multidão: "Homens da Judéia e todos os que vivem em Jerusalém, deixem-me explicar-lhes isto! Ouçam com atenção! (...)
At 2:41 Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas.

APÓS O PENTECOSTES VEMOS O PADRÃO SE FORMANDO NA IGREJA EM JERUSALÉM: LOCAL PÚBLICO E CASAS.
At 2:46 Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração.

MESES DEPOIS O PADRÃO AINDA SE MANTÉM EM JERUSALÉM: LOCAL PÚBLICO E CASAS.
Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o Cristo. Atos 5:42 NVI

APÓS A PERSEGUIÇÃO EM JERUSALÉM A IGREJA SE ESPALHA E O PADRÃO SE MANTÉM: LOCAL PÚBLICO E CASAS.
Em Atos 8 conta sobre a perseguição comandada por Saulo:
At 8:1 E Saulo estava ali, consentindo na morte de Estêvão. Naquela ocasião desencadeou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém. Todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e de Samaria.

E mais tarde, já convertido, Paulo conta que perseguiu os cristãos nas outras cidades e encontrava muitos deles nas sinagogas. Ou seja, os cristãos dispersos mantinham o costume de se reunir nas casas e num local público (que durante um tempo foram as sinagogas).
At 22:19 "Eu respondi: Senhor, estes homens sabem que eu ia de uma sinagoga a outra, a fim de prender e açoitar os que crêem em ti.
At 26:11 Muitas vezes ia de uma sinagoga para outra a fim de castigá-los, e tentava forçá-los a blasfemar. Em minha fúria contra eles, cheguei a ir a cidades estrangeiras para persegui-los.

Ou seja, em Jerusalém os cristãos começaram numa casa onde cabia 120 pessoas e depois usaram o pátio do Templo. Ao sair de Jerusalém começaram a usar as sinagogas como espaço de culto além de suas casas.

QUANDO PAULO COMEÇA AS VIAGENS MISSIONÁRIAS O PADRÃO SE MANTÉM: LOCAL PÚBLICO E CASAS.
At 13:14 De Perge prosseguiram até Antioquia da Pisídia. No sábado, entraram na sinagoga e se assentaram.

Paulo quando chegava numa cidade para anunciar o evangelho dirigia-se primeiramente à sinagoga e em seguida começava a reunir os convertidos nas casas. A igreja era estabelecida nas casas, mas continuavam cultuando na sinagoga sempre que isso fosse possível.

At 14:1 Em Icônio, Paulo e Barnabé, como de costume, foram à sinagoga judaica. Ali falaram de tal modo que veio a crer grande multidão de judeus e gentios.

At 16:40 Depois de saírem da prisão, Paulo e Silas foram à casa de Lídia, onde se encontraram com os irmãos e os encorajaram. E então partiram.

At 17:1-2 Tendo passado por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga judaica. Segundo o seu costume, Paulo foi à sinagoga e por três sábados discutiu com eles com base nas Escrituras.

At 17:10 Logo que anoiteceu, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Beréia. Chegando ali, eles foram à sinagoga judaica.

At 17:17 Por isso, discutia na sinagoga com judeus e com gregos tementes a Deus, bem como na praça principal, todos os dias, com aqueles que por ali se encontravam.

At 18:4 Todos os sábados ele debatia na sinagoga, e convencia judeus e gregos.

No texto abaixo pode-se ver que além de pregar na sinagoga (local público) o apóstolo Paulo também pregava nas casas onde se consolidavam as igrejas.
At 18:7 Então Paulo saiu da sinagoga e foi para a casa de Tício Justo, que era temente a Deus e que morava ao lado da sinagoga.
At 18:8 Crispo, chefe da sinagoga, creu no Senhor, ele e toda a sua casa; e dos coríntios que o ouviam, muitos criam e eram batizados.

Importante lembrar que naquele tempo os cristãos ainda se consideravam judeus, e por isso, mantinham como costume reunir-se no Templo ou na sinagoga juntamente com os judeus.

Mais tarde foram forçados a buscar locais de culto separados dos judeus. Vejamos um exemplo ocorrido em Éfeso onde Paulo levou os cristãos para um local de culto separado:
Atos 19:8-10: Paulo entrou na sinagoga e ali falou com liberdade durante três meses, argumentando convincentemente acerca do Reino de Deus. Mas alguns deles se endureceram e se recusaram a crer, e começaram a falar mal do Caminho diante da multidão. Paulo, então, afastou-se deles. Tomando consigo os discípulos, passou a ensinar diariamente na escola de Tirano. Isso continuou por dois anos, de forma que todos os judeus e os gregos que viviam na província da Ásia ouviram a palavra do Senhor.

Já na cidade de Trôade vemos Paulo pregando no piso superior de uma casa.
At 20:8 Havia muitas candeias no piso superior onde estávamos reunidos.

PAULO CONFIRMA QUE MANTEVE O PADRÃO: LOCAL PÚBLICO E CASAS.
Novamente em Éfeso ele disse:
Atos 20:20: Vocês sabem que não deixei de pregar a vocês nada que fosse proveitoso, mas ensinei tudo publicamente e de casa em casa.

OS CRISTÃOS DE ROMA MANTINHAM ESSE PADRÃO: LOCAL PÚBLICO E CASAS.
A Bíblia mostra que na cidade de Roma havia reuniões em várias casas. E conta a tradição que a igreja em Roma costumava se reunir perto das catacumbas para cultuar a Deus em conjunto.
Rom 16:3-5 Saudai a Priscila e a Áqüila (...) Saudai também a igreja que está em sua casa.

Rom 16:14 Saudai Asíncrito, Flegonte, Hermes, Pátrobas, Hermas e os irmãos que se reúnem com eles.

Rom 16:15 Saudai Filólogo, Júlia, Nereu e sua irmã, Olimpas e todos os santos que se reúnem com eles.

Também é sabido que houve tempos de perseguição severa onde os cristãos tiveram que se reunir apenas nas casas (grupos pequenos) ou fazer as reuniões públicas secretamente. Mas sempre que possível era seguido o modelo de duas asas (LOCAL PÚBLICO e CASAS).

Observe que em todo o NT os cristãos continuaram usando esse padrão de LOCAL PÚBLICO e CASAS. Atualmente costuma-se chamar o local público de templo ou igreja. E as casas chamamos de células ou grupos caseiros. O nome na verdade não importa. O que importa é o padrão que foi estabelecido.

Como pode se ver nos textos acima a ideia de reunir-se APENAS no Templo ou APENAS nas casas está fora do modelo apostólico. Amamos os irmãos que agem assim, mas nesse texto procurou-se demonstrar o modelo bíblico.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Dons Espirituais: Tire suas Dúvidas!

Ótimas explicações do Pr Luciano Subirá!


COMO ME MOVER NOS DONS ESPIRITUAIS
https://www.youtube.com/watch?v=phcwkG5MxUY

AS 3 FORMAS DE FALAR EM LÍNGUAS
https://www.youtube.com/watch?v=-HlmYk2e33o

EXPLICANDO OS 9 DONS ESPIRITUAIS
https://www.youtube.com/watch?v=apeDZQgN3yM

sábado, 8 de abril de 2017

Por que ir a Igreja?

POR QUE IR À IGREJA? POR QUE CONGREGAR?
"Posso adorar a Deus em casa, ler a Bíblia no celular, orar a qualquer hora e receber milagres, ouvir pregações no YouTube ou na TV, ler estudos bíblicos na internet, ajudar pessoas em qualquer lugar, ter amizades em vários ambientes que frequento, e falar de Jesus a qualquer pessoa que encontrar pelo caminho."

Já ouvi afirmações similares a essa de várias pessoas que conheci. É um argumento usado para não se envolverem numa igreja local. Infelizmente esse argumento acima resume o pensamento individualista de nossa época.

Jesus nos mandou reunir-se como igreja por vários motivos!

PRECISAMOS RECEBER DE OUTROS CRISTÃOS:
- precisamos aprender as doutrinas bíblicas e tirar nossas dúvidas;
- precisamos de pessoas próximas que nos encorajem e orem por nós (especialmente um discipulador);
- precisamos de um ombro amigo na hora da dificuldade;
- precisamos aprender como tomar posse das promessas bíblicas (instrução e apoio);
- precisamos de ajuda para sermos libertos e curados de nossas mazelas;
- precisamos de amigos cristãos que nos estimulem às boas obras (inclusive ação social e evangelismo, pois a maioria não faz isso sem incentivo);
- precisamos de ensino e estímulo para conduzir nosso casamento, filhos e finanças à maneira de Deus;
- precisamos de um pastor e líderes que nos preguem o que precisamos ouvir (e não apenas o que escolhemos ouvir no youtube);
- precisamos orar e adorar junto com outros cristãos para receber dádivas que o Espírito Santo ministra apenas na Unidade;

PRECISAMOS DAR UM POUCO DO QUE RECEBEMOS:
- precisamos edificar outros cristãos com nossos dons, experiência e conhecimentos bíblicos;
- precisamos orar e ajudar os fracos na fé;
- o novo convertido precisa ser ensinado a orar, adorar, ler a Bíblia, etc;
- precisamos envolver os novos convertidos num ambiente com amizades saudáveis (ou seja, pessoas com valores morais sólidos);
- precisamos aprender a amar as pessoas de forma incondicional como Cristo amou;
- precisamos crescer e nos tornarmos pais e mães espirituais (fazer discípulos);
- precisamos cumprir o chamado que Deus nos deu (esse chamado é pessoal, mas sempre acontece com o engajamento de outros cristãos);

Quem escolhe não congregar numa igreja está automaticamente escolhendo enterrar o chamado (ministério) que Deus lhe confiou. É preciso que cada cristão abandone a mentalidade de ir a igreja apenas para "RECEBER" e assuma seu chamado para "DAR" (servir).

Você é chamado a AMAR. 
E não existe amor sem renúncia e abnegação em prol de outras pessoas!

Atos 20:35 Em tudo o que fiz, mostrei-lhes que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber’.

Pr Cleber.