sexta-feira, 5 de junho de 2020

CRISTÃOS NÃO SÃO TERRAPLANISTAS!!

CRISTÃOS NÃO SÃO TERRAPLANISTAS!!
Tenho visto alegações aqui e acolá de que o Cristianismo e/ou a Bíblia defendem a Terra-Plana. Isso é no mínimo desconhecimento da história pois não representa o pensamento cristão dominante desde os primórdios da fé cristã!!

Pode haver indivíduos cristãos que acreditem nisso. Mas isso não é e nunca foi o pensamento cristão.

Desde o século V a igreja cristã e reis usaram o Orbe Cristão (Globus Cruciger - uma cruz sobre uma esfera) para representar Cristo como Salvador do Mundo.


A primeira aparição conhecida na arte foi provavelmente no início do século V, possivelmente entre 395 e 408 no verso das moedas do imperador Arcadius , mas certamente por 423 no verso das moedas do imperador Teodósio II .

Além disso, o quadro mais caro da história ("Salvator Mundi" de Leonardo da Vinci em 1469) retrata Cristo segurando uma esfera.


Isso mostra que desde os primórdios o cristianismo acreditava na terra esférica!!

Para mais informações bíblico-históricas assista esse vídeo:



sábado, 2 de maio de 2020

Dons Espirituais e Proféticos

Dons Espirituais e Proféticos - 1Coríntios 12 a 14
Nessa LIVE o Pr Cleber compartilha ensinos bíblicos e experiências pessoais.


Para estudar ainda mais, veja: Estudo sobre Dons & Estudo sobre Dons Proféticos.

sexta-feira, 10 de abril de 2020

O PERDÃO DE DEUS

O PERDÃO DE DEUS
Se Deus nos perdoou de todos os pecados, porque ainda precisamos confessar e pedir perdão?

PERDÃO POSICIONAL
Na cruz, Jesus perdoou toda a humanidade. O perdão foi liberado a todos.
João 19:30 Jesus disse: "Está consumado!"
1Jo 2:2 Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo.
Heb 9:12 Não por meio de sangue de bodes e novilhos, mas pelo seu próprio sangue, ele entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, e obteve eterna redenção.
Heb 9:26 Se assim fosse, Cristo precisaria sofrer muitas vezes, desde o começo do mundo. Mas agora ele apareceu uma vez por todas no fim dos tempos, para aniquilar o pecado mediante o sacrifício de si mesmo.

Na conversão aceitamos o perdão de Deus e pedimos perdão nos reconciliando com Ele:
2Co 5:17 Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!
2Co 5:18 Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação,
2Co 5:19 ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.
2Co 5:20 Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus.
2Co 5:21 Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus.

Na conversão tomamos posse do perdão completo:
Col 2:13 Ele nos perdoou todas as transgressões.
1Jo 2:12 Filhinhos, eu lhes escrevo porque os seus pecados foram perdoados, graças ao nome de Jesus.
Rom 8:1-2 Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.

Na conversão Deus nos declara justos perante Ele com base na justiça de Cristo e na sua morte substitutiva (Rm 3.21-26; 5.1; 8.1, 30, 33-34). Como um ato declaratório de Deus, a justificação ocorre no cristão de uma vez por todas (Rm 5.12-21; Fl 3.8-9; 2Co 5.19-21).

Esse perdão é completo - abrange pecados do passado, presente e futuro.
Ef 1:7-8 Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus, a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento.

PERDÃO RELACIONAL
Embora sejamos justos aos olhos do Pai, nós ainda pecamos:
Rom 7:19 Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.

Há uma batalha espiritual:
Gal 5:14 Toda a lei se resume num só mandamento: "Ame o seu próximo como a si mesmo".
Gal 5:15 Mas se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, cuidado para não se destruírem mutuamente.
Gal 5:16 Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne.

E por isso precisamos confessar nossos pecados e pedir perdão:
1Jo 1:8 Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós.
1Jo 1:9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.
1Jo 1:10 Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

Jesus nos ensinou a manter um coração contrito que reconhece a necessidade do perdão diariamente:
Mat 6:12 Perdoa as nossas ofensas como também nós perdoamos as pessoas que nos ofenderam.

Esse perdão "relacional" serve para renovarmos nossa consciência do perdão (Mat 6:12; Heb 10:22), fortalecer nosso relacionamento com o Pai (Heb 12:1), purificar nosso coração manchado (1Jo 1:9) e fechar as brechas impedindo ataques do diabo (Ef 4:27).

Heb 10:22 Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura.

Heb 12:1 Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta,
Heb 12:2 tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus.
Heb 12:3 Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem se desanimem.
Heb 12:4 Na luta contra o pecado, vocês ainda não resistiram até o ponto de derramar o próprio sangue.

1Jo 1:9 Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.

Ef 4:27 Não dêem lugar ao diabo.

RESUMO
Pelo perdão "posicional" nos tornamos justos e filhos. Nada muda isso. (Somente se a pessoa abandonar a fé rejeitando Cristo)
Pelo perdão "relacional" fortalecemos nosso relacionamento com o Pai, purificamos nosso coração manchado, renovamos nossa consciência do perdão e fechamos as brechas impedindo ataques do diabo.