Não fui reformado! Fui transformado por Deus!

Nesse blog não fazemos proselitismo. Esse é um blog pentecostal voltado para pentecostais.
Veja na Bíblia os 5 PONTOS DO ARMINIANISMO. E veja aqui mais itens sobre Arminianismo.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Por que Deus não perdoou os anjos caídos?

POR QUE DEUS NÃO PERDOOU OS ANJOS CAÍDOS?

Gostaria de propor uma tese a respeito desse tema obscuro. Mas antes de falarmos sobre os anjos é preciso entender a diferença entre Pecados Capitais e Pecados Veniais.

Mt:12:31: Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens.
1Jo:5:16: Há pecado para morte, e por esse não digo que ore.


Os pecados capitais são os pecados para morte, ou seja, pecados imperdoáveis. Biblicamente só existe um pecado capital: a blasfêmia contra o Espírito Santo. Todos os demais pecados são veniais, isto é, perdoáveis por Deus mediante arrependimento.

(Sim, é bastante equivocado o conceito católico de 7 pecados capitais: Luxúria, avareza... todos esses pecados têm perdão aos que se arrependem).

A blasfêmia contra o Espírito é o único pecado que não tem perdão. E o que seria esse pecado na prática? Em qualquer outro contexto as pessoas entendem que "blasfemar" é sinônimo de ofender, falar mal. Mas alguns teólogos complicam o entendimento quando se trata da Blasfêmia contra o Espírito Santo. Não tem porque complicar isso: blasfemar significa ofender o Espírito Santo de forma consciente. Comparar a blasfêmia com incredulidade é forçar a barra.

Bem, tendo isso em mente, podemos falar sobre a questão dos anjos.

Porque Deus não perdoou os anjos caídos ou enviou um Salvador como fez com os humanos? Minha opinião é que os anjos caídos cometerem o único pecado imperdoável: a blasfêmia contra o Espírito Santo.

Foi por essa razão que Deus não lhes perdoou e nem proveu salvação. Os demônios eram anjos que tinham conhecido toda a glória de Deus, e mesmo assim decidiram ofendê-lo conscientemente (blasfemaram contra o Espírito Santo).

Uma razão que me faz crer nisso é o ódio que os demônios demonstram nos casos de possessão: eles blasfemam contra Deus.

Olhando sob esse prisma, vemos que Deus usou a mesma medida para os anjos e para os homens. Deus não teve falta de misericórdia com os anjos.

(Reconheço que esse post é apenas uma tese, uma suposição. A Bíblia não é clara sobre esse assunto, mas creio que essa é uma hipótese razoável que quis compartilhar com os leitores do BLOG).