Não fui reformado! Fui transformado por Deus!

Nesse blog não fazemos proselitismo. Esse é um blog pentecostal voltado para pentecostais.
Veja na Bíblia os 5 PONTOS DO ARMINIANISMO. E veja aqui mais itens sobre Arminianismo.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Por que Deus não perdoou os anjos caídos?

POR QUE DEUS NÃO PERDOOU OS ANJOS CAÍDOS?

Gostaria de propor uma tese a respeito desse tema obscuro. Mas antes de falarmos sobre os anjos é preciso entender a diferença entre Pecados Capitais e Pecados Veniais.

Mt:12:31: Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens.
1Jo:5:16: Há pecado para morte, e por esse não digo que ore.


Os pecados capitais são os pecados para morte, ou seja, pecados imperdoáveis. Biblicamente só existe um pecado capital: a blasfêmia contra o Espírito Santo. Todos os demais pecados são veniais, isto é, perdoáveis por Deus mediante arrependimento.

(Sim, é bastante equivocado o conceito católico de 7 pecados capitais: Luxúria, avareza... todos esses pecados têm perdão aos que se arrependem).

A blasfêmia contra o Espírito é o único pecado que não tem perdão. E o que seria esse pecado na prática? Em qualquer outro contexto as pessoas entendem que "blasfemar" é sinônimo de ofender, falar mal. Mas alguns teólogos complicam o entendimento quando se trata da Blasfêmia contra o Espírito Santo. Não tem porque complicar isso: blasfemar significa ofender o Espírito Santo de forma consciente. Comparar a blasfêmia com incredulidade é forçar a barra.

Bem, tendo isso em mente, podemos falar sobre a questão dos anjos.

Porque Deus não perdoou os anjos caídos ou enviou um Salvador como fez com os humanos? Minha opinião é que os anjos caídos cometerem o único pecado imperdoável: a blasfêmia contra o Espírito Santo.

Foi por essa razão que Deus não lhes perdoou e nem proveu salvação. Os demônios eram anjos que tinham conhecido toda a glória de Deus, e mesmo assim decidiram ofendê-lo conscientemente (blasfemaram contra o Espírito Santo).

Uma razão que me faz crer nisso é o ódio que os demônios demonstram nos casos de possessão: eles blasfemam contra Deus.

Olhando sob esse prisma, vemos que Deus usou a mesma medida para os anjos e para os homens. Deus não teve falta de misericórdia com os anjos.

(Reconheço que esse post é apenas uma tese, uma suposição. A Bíblia não é clara sobre esse assunto, mas creio que essa é uma hipótese razoável que quis compartilhar com os leitores do BLOG).

2 comentários:

Anônimo disse...

Ótimo artigo.

AGNALDO MILANI Mogi ds Cruzes disse...

Certa vez ouvi falar que os anjos sendo seres espirituais não possuem SANGUE QUENTE, diferenciando dos humanos que possuem sangue quente. Ou seja, consoante se infere dos textos sagrados mister Sacrifício com derramamento de sangue (cordeiro) conforme os executados no tabernáculo no velho testamento, porquanto, se diz que para DEUS necessário o derramamento de sangue para remissão dos pecados. No sacrifício definitivo pelo Filho de DEUS feito na Cruz do calvário morto pelos pecadores, aduz que os humanos pecadores seriam alcançados por tal graça porquanto possuem sangue quente. Aparentemente deve haver um mistério profundo no sangue, o porquê da exigência do derramamento de sangue. Os anjos decaídos não seriam alcançados por tal graça em virtude de não possuírem sangue. É o que eu ouvi dizer.