segunda-feira, 23 de abril de 2012

Arrogância Calvinista

Arrogância Calvinista



Veja essa frase de Spurgeon: "Eu pessoalmente acredito que não seja possível pregar a Cristo e Ele crucificado, a menos que estejamos pregando o que hoje é conhecido como Calvinismo. O Calvinismo é apenas um apelido; o Calvinismo é o evangelho e nada mais."

Lamentavelmente os pastores Renato Vargens e Augustus Nicodemus concordam com isso.


É estranho que pessoas que falem tanto sobre as "doutrinas da graça" tenham atitude tão presunçosa. Como disse um amigo calvinista: "um calvinista orgulhoso de sua eleição deveria ser uma contradição de termos".


Diante de afirmações desse tipo sou forçado a elogiar meu irmão calvinista Clóvis que adota uma postura mais equilibrada: "Concordo com a crítica que faz sobre a afirmação de que o calvinismo é o evangelho. Não é. É uma interpretação do mesmo, e mesmo que seja, como acredito, a melhor interpretação, sempre será apenas isso. E como tal, falível. Não podemos nos esquecer disso nunca, mas vezes demasiadas esquecemos."


Eu (Cleber) creio que o arminianismo e o pentecostalismo são a melhor interpretação bíblica. Mas não são nada além de interpretação. O Evangelho é muito maior que qualquer sistema doutrinário.


Esse importante assunto foi tratado em 2 posts que quero indicar a vocês:


A mania da “autoafirmação calvinista”
http://www.teologiapentecostal.com/2012/04/mania-da-autoafirmacao-calvinista.html


Até onde vão suas referências?
http://gqlgeracaoquelamba.blogspot.com.br/2012/03/ate-onde-vao-as-suas-referencias.html

Muitos calvinistas falam mais de João Calvino do que do próprio Jesus Cristo.

O artigo acima trata dessa 'idolatria'.


De minha parte endosso as palavras do Ricardo Rocha no blog Teologia Pentecostal:


"Entendo perfeitamente que os calvinistas o considerem a melhor interpretação do evangelho, agora dizer que o calvinismo É o próprio evangelho soa como blasfêmia.
Em que pese a grande simpatia e respeito que tenho por INÚMEROS reformados, creio que o calvinismo seja uma das piores interpretações do evangelho, pior até do que algumas interpretações romanas.


Mas não saio dizendo que o calvinismo é sinonimo de heresia, e não faço isso por um motivo bem simples: o calvinismo, em que pese os erros, ainda segue o essencial da tradição cristã, exposta no credo apostólico. Só isso já representa a certa continuidade dessa interpretação do evangelho com o que era feito no início da igreja cristã.

Mas a presunção calvinista chega mesmo as raias do irritante."

17 comentários:

Anderson Cruz disse...

Pr. Cleber, Paz!

Quanto tempo hein, acompanhei esse artigo no Blog Teologia Pentecostal e no GQL também dei uma olhada.

Realmente é lamentável, particularmente não sou nem arminiano nem calvinista, apesar de identificar mais com o arminianismo, corrente presente no pentecostalismo clássico a qual faço parte.

Quanto a afirmação de que calvinismo seja sinônimo do evangelho é um absurdo, pois se o calvinismo é o evangelho logo o que é o arminianismo? Já vi gente falando que tem suas dúvidas se um arminiano vai ser salvo.

Quanto a tudo isto, fico com a mesma posição do grande Pr. Ciro Zibordi, "O salvo que respeita o primado da Bíblia Sagrada, haja vista considerá-la a sua regra de fé, de prática e de viver, reconhece que nem Calvino nem Armínio são os detentores da sã doutrina, e sim o Deus da Palavra e a Palavra de Deus. Afinal, a teologia é o que os teólogos dizem da Bíblia. E a Bíblia é a própria Palavra de Deus!"

Pr. Magdiel G Anselmo disse...

Graça e Paz,
Penso que não entenderam a afirmação ou ad eclaração de Spurgeon. Uma declaração isolada de seu contexto pode significar o que qualquer pessoa desejar. Quando se declara que o calvinismo é o Evangelho, não se deseja substituí-lo mas sim que o calvinismo o confirma. Não sou daqueles que afirmam que o arminismo é uma heresia penso que seus qrgumentos são tão bíblicos quanto os do calvinismo. Tanto a soberania de Deus como a responsabilidade do homem são doutrinas bíblicas. Claro que são paradoxais, mas são bíblicas e por isso não são excludentes, mas complementares. Com relação a pretensa arrogância de Spurgeon sugiro que leia um pouco sobre a vida deste servo de Deus. Verá que arrogância nunca foi um defeito de Spurgeon. Mas, seguindo seu raciocínio posso afirmar que é arrogância alguém entender o arminianismo a melhor interpretação bíblica, mas não faço isso, pois tenho algum conhecimento bíblico, e esse conhecimento me desabona nessa afirmação.Por fim, cuidado com interpretações de frases pinçadas fora de seu contexto original. Assim faziam e fazem os hereges, e sei que não fazem parte desse grupo. Um forte abraço e Deus os abençoe "eternamente".

Cleber disse...

Pr Magdiel,
obrigado por sua participação.

Quero dizer que em momento algum questiono a humildade do Spurgeon.
A afirmação dele é que é arrogante.

Quando falo que o arminianismo é a melhor interpretação bíblica, entenda que admito ser uma interpretação.

Isso é bem diferente de eu dizer "o arminianismo é o evangelho", pois isso realmente seria pretensioso.

Em amor,
Pr Cleber.

Pr. Magdiel G Anselmo disse...

Pr. Cleber,
Bom... de arrogante para pretensioso já melhorou um pouco.
E mesmo não concordando com sua posição e compreensão da mencionada declaração de Spurgeon, entendo e respeito-as.
Penso que o equilíbrio é de suma importância para a compreensão dessa questão sobre calvinismo e arminianismo.
Afinal de contas, estaremos todos juntos na Glória.
Em Cristo,
Pr. Magdiel G Anselmo.

André Fernandes disse...

Amado, você nem sequer fez uma refutação, e eu acho quem é arrogante aqui é você, pois não teve a menor ombridade em reunir os dados bíblicos para refutar a posição de quem muito labutou em cima do texto bíblico. Por favor, querido, se não tem competência para refutar a posição calvinista, que realmente é evangélica, não faça teatro; vá estudar a Bíblia e orar por humildade.

Cleber disse...

Querido,
ao menos leia o blog antes de criticar. Vc vai encontrar dezenas de posts refutando o calvinismo.

Cleber.

Edgard Penalva disse...

Cleber quantas calunias levantada contra os reformados, quantas mentiras. Se eu fosse você me retrataria não só com Deus mas com os irmão calvinistas ( se é que concedera como irmãos). A sua ignorância é tão grande que ofende até os arminianos.

Cleber disse...

Edgard,
se vc ler meu blog verá que considero os calvinistas como meus irmãos em Cristo.
Há vários posts onde afirmo isso.

Inclusive costumo criticar o calvinismo e não os calvinistas.
Nesse post aqui comentei sobre aqueles calvinistas que são arrogantes, sem generalizar.

Infelizmente encontramos muitos calvinistas assim na internet.
Já perdi a conta de quantos que dizem que os arminianos não são salvos, e por aí vai...

Agora, por favor, me mostre onde levantei alguma calúnia ou disse alguma mentira.

Ah! Chamar alguém de ignorante sem conhecer não é um gesto muito fraterno.

Cleber.

Thel disse...

Pastor Cleber,

Calvinismo sempre foi e sempre será sinônimo de arrogância e prepotência e falo isto na cara de qualquer calvinista.

São verdadeiros sepulcros caiados e eles tem um "deus": João Calvino.

Digo mais: se dependesse desses fossilizados para evangelizar o Brasil até hoje o país não teria sequer 1% de servos de Deus!

Estudam a Bíblia usando somente o cérebro, mas sem discernimento do Espírito Santo, por isto, como os filósofos e ateus, jamais conhecerão a Verdade.

Paz.

Irmão Thel.

Mundo do Grátis disse...

Li a tabela comparativa entre o credo Pentecostal, Calvinista e Luterano, onde vi claramente a superioridade da doutrina pentecostal, muito mais coerente com a Palavra de Deus.

O Calvinista e o Luterano dizer e ensinar que a possessão demoníaca é apenas um distúrbio mental é de amargar! Com tantos testemunhos verídicos no passado e no presente. Isto é falta do dom de discernimento espiritual (aliás, que dom? eles são cessalionalistas...).

Luteranos e calvinistas = tem nome de que vivem, mas estão mortos.

Cleber disse...

Thel e "Mundo do Grátis",
eu tenho forte aversão ao calvinismo, mas amo e respeito nossos irmãos calvinistas. Refiro-me aqueles que são fiéis a Cristo e conheço vários que são.

Critico a arrogância porque é um atitude comum (entre calvinistas) e é um pecado desprezível que não cabe a nenhum cristão.
Falo isso para alertar nossos irmãos calvinistas e não para atacá-los.
Tbm é sábio dizer que não podemos generalizar (nem todo calvinista é teologicamente soberto graças a Deus!)

Celebro a teologia pentecostal e nossos bons frutos, sem contudo negar nossas mazelas.

Trocando em miúdos: a arrogância deve ser evitada tanto por calvinistas quanto por nós arminianos/pentecostais.

Falo em amor.
Apesar de ter aversão ao calvinismo, zelo pela Unidade da Igreja.

Anônimo disse...

Pastor Cleber,

Será que é possível separar calvinismo de calvinista? Penso que nós cristãos estamos sendo hipócritas!

É possível separar macumbeiro de macumba?

Quem pratica iniquidade é iníquo, e quem se levanta contra Deus é também meu inimigo, eu não vejo de outra forma. Deus disse que a barreira de inimizade ("inimizade" vem de "inimigo") somente seria derrubada se o inimigo se convertesse dos seus maus caminhos.

Paulo disse certa vez que entregou Himeneu e Alexandre, blasfemadores, a Satanás. Paulo não condenou e se aborreceu somente contra a doutrina de Alexandre e Himeneu, também se aborreceu terrivelmente contra Alexandre e Himeneu.

Quer vê blasfêmia maior do que eles fazem (os calvinistas) quando Deus faz uma cura milagrosa ou quando liberta alguma pessoa de possessão demoníaca e eles atribuem ao Diabo ou à loucura e não ao poder do Espírito Santo de Deus?

Quem quiser ser político com eles que seja, comigo eles somente vão receber porrada nas fuças para aprenderem a respeitar os crentes em Cristo.

É por isto que nenhum deles tem poder de Deus para expulsar demônios e nem realizar curas milagrosas (Marcos 16:17), e tem ciúmes e inveja de quem Deus usa, porque são incrédulos travestidos de cristãos.


Thel.

Cleber disse...

Amado,
conheço muitos calvinistas humildes e cheios de devoção a Deus.

Veja outro exemplo: o socialismo destoa da Bíblia em várias coisas, mas conheço cristãos esquerdistas que são tementes a Deus, apesar de politicamente enganados.

A salvação é pela fé em Jesus somente. Ainda bem, pois não é raro cristãos terem opiniões que divergem da Bíblia.
Tanto que o Ap Paulo nos manda renovar a mente pela Palavra continuamente.

Da mesma forma, temos cristãos pré-milenistas, amilenistas e pós-milenistas.
Temos cristãos cessacionistas, pentecostais e carismáticos.
Temos a igreja convencional e a igreja em células (que se aproxima muito mais do modelo do NT).

Como podes ver há muitas questões em que cristãos divergem.
Não creio que isso interfira na salvação de alguém pois essa é pela graça, mediante a fé em Cristo.

Sobre o macumbeiro, apesar de ele estar em desobediência a Cristo, a Bíblia diz que Deus os ama (Jo 3.16) e que devemos amá-los tbm. Não são meus inimigos - são pessoas enganadas e que precisam de compaixão.

Você já deve ter ouvido a frase: Deus odeia o pecado, mas ama o pecador.

No caso de Himeneu e Alexandre estamos falando de pessoas que se desviaram da fé. Creio em disciplina eclesiástica e excomunhão. A excomunhão é um passo onde tiramos a pessoa da comunhão cristã (e entregamos ela de vez a Satanás) porque ela não quer se arrepender. É uma tentativa de resgatar o pecador e não de lançá-lo no inferno. A idéia é que longe da fé o desviado sinta falta do amor de Deus e retorne. Foi isso que aconteceu com o fornicador de Corinto (veja 1Co5 e 2Co 2.7).

Por fim, entendo que é triste ver um calvinista negando um milagre de Deus. Mas precisamos entender que cada um anda na luz que tem... e orarmos para que sejam iluminados.
Vale dizer que temos hoje muitos calvinistas que são carismáticos, ou seja, abandonaram o cessacionismo.


"vão receber porrada nas fuças"
Thel, onde vc vê alguém na Bíblia dando esse tratamento a alguém?
Nem um incrédulo e nem um irmão em Cristo devem ser desrespeitados.
Devem ser amados e no máximo confrontados. Mas quem convence e traz arrependimento é o Espírito Santo.

Já fui desrespeitado por calvinistas várias vezes, aqui mesmo no blog. Minha resposta é exigir respeito na medida do possível e continuar amando-os para que se tornem parecidos com Cristo.

Cleber.

Anônimo disse...

O senhor está certo Pastor Cleber.
Jamais devemos pagar o mal com o mal, porque o que diferencia o servo que verdadeiramente nasceu de novo é o que possui o amor de Deus no seu coração e que ama o próximo como a si mesmo.

Paz.

Thel.

Anônimo disse...

Calvinismo não é macumba.

Calvinismo é uma interpretação que considero ruim (desequilibrada), pois força o significado de muitos textos. Mas isso não significa que o calvinista é um perdido. Pode até ser um crente bastante fiel e amoroso. A questão da predestinação x responsabilidade humana é extremamente difícil, e provavelmente nem o homem mais inteligente pode compreende-la totalmente, e dai é natural que todas as interpretações desta questão sejam falhas. Sou arminiano por considerar que o arminianismo é mais equilibrado e mais próximo do significado dos textos bíblicos, mas não por considerar que os calvinistas sejam uns desviados.

Afirmo ainda que há calvinistas que creem na atualidade dos dons.

A Mensagem Da Cruz disse...

O calvinismo é uma interpretação do Evangelho de Cristo, e de Deus muito Ruim para as pessoas.
Apresenta um deus sem amor, sem respeito pelas pessoas, que se alegra em fazer nascer alguns para o inferno, e tem prazer em condena-los, sem dar chance nenhuma para a salvação, Limita a Obra de Jesu Cristo. ensinando que Cristo não morreu por todos, só para os eleitos, um deus confuso e incoerente, que salvas os que já eram salvos, e condena os que já estavam condenados então porque Cristo morreu na Cruz sendo que os eleitos ja estavam salvos, e predestinados. è logico que esta interpretação. não se harmoniza com as Sagradas Escrituras. Distorcem todos os texto que falam da Salvação condicional do Homem, e da responsabilidade humana. Sua teologia é recheada de frases, de teólogos e filósofos, mas com pouca citações de Cristo e os APÓSTOLOS. SEMPRE INTERPRETAM AS ESCRITURAS A LUZ DOS TEÓLOGOS. E FILÓSOFOS. E NÃO COMPARANDO TEXTO COM TEXTO DA PRÓPRIA BÍBLIA. Como Diz o Reverendo Hernandes Dias Lopes. Um calvinista que respeito muito, em umas de suas mensagens pregando aos calvinistas ele diz: Cuidado para não sermos teólogos com a mente cheia de luz mas o coração vazio do Fogo do Espirito Santo. Paul Washer outro calvinista diz. Não promova nenhuma mudança nos outros, sem antes seu joelhos sangrarem em oração. Infelizmente os calvinistas na sua maioria não observam estes conselhos. por isto são prepotentes e arrogantes em suas atitudes e comentários em redes sociais. tem muita teologia humana, mas pouca vida de Oração e comunhão com o Espirito Santo

Anônimo disse...

Infelizmente para quem é calvinista é difícil aceitar, mas muitos se acham os melhores teólogos, mais crentes e além do mais, os eleitos... A crença calvinista olha a humanidade numa visão de um Deu que não se comunica de com homens. O ponto de vista calvinista desmancha toda a bíblia, escrita para os homens compreende-la. Eles criam pensamentos e ideologias falaciosas, somente isso. Querem fazer do nosso Deus um ser contrário ao que Ele é; puro, justo, santo, e que não pode ver o mal. Quem dirá lançar - nos no inferno. Acho que Calvino tinha muito medo do inferno e se denominava salvo.kkk
A paz do Senhor a todos, para os eleitos Calvinistas também.