Não fui reformado! Fui transformado por Deus!

Nesse blog não fazemos proselitismo. Esse é um blog pentecostal voltado para pentecostais.
Veja na Bíblia os 5 PONTOS DO ARMINIANISMO. E veja aqui mais itens sobre Arminianismo.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Vertentes Pentecostais no Brasil

Vertentes Pentecostais
Classificação Brasileira

Primeira Onda Pentecostal - Pentecostalismo Clássico
  • Período Inicial: 1910
  • Principais Igrejas: Congregação Cristã no Brasil e Assembléia de Deus
  • Características: crença no batismo com Espírito Santo com evidência de línguas estranhas. Forte ênfase também nas profecias. Além disso possuíam um forte anticatolicismo e um ascetismo extremo.
Segunda Onda Pentecostal - Deuteropentecostalismo
  • Período Inicial: 1950
  • Principais Igrejas: Igreja do Evangelho Quadrangular, O Brasil para Cristo, Deus é Amor, Casa da Bênção.
  • Características: crença no batismo com Espírito Santo (com outras evidências além das línguas). Possuíam forte ênfase na cura, milagres e libertação. Iniciaram o uso da evangelização pelo rádio. Em geral viam as doenças como obra do Maligno.
Terceira Onda Pentecostal - Neopentecostalismo ou Pós-Pentecostalismo
  • Período Inicial: 1977
  • Principais Igrejas: Igreja Universal do Reino de Deus (Rio de Janeiro, 1977), Igreja Internacional da Graça de Deus(Rio de Janeiro, 1980), Renascer em Cristo (São Paulo, 1986), da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra (Brasília, 1992), do Ministério Internacional da Restauração (1992), e da Igreja Mundial do Poder de Deus (1998).
  • Características: forte ênfase na prosperidade terrena; forte ênfase nas ofertas; cultos menos 'barulhentos' e menos 'emotivos'.
Renovados ou Carismáticos (é um grupo a parte - não são pentecostais)
  • Período Inicial: 1960. 
  • Principais Igrejas: Igreja Cristã Maranata (originária da Igreja Presbiteriana do Brasil), Igreja Presbiteriana Renovada (originária também da IPB), Convenção Batista Nacional (originária da Convenção Batista Brasileira), Igreja do Avivamento Bíblico e Igreja Metodista Wesleyana (originárias da Igreja Metodista do Brasil). Temos ainda o Movimento Encontrão que permaneceu ligado à Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil. E podemos incluir aqui até mesmo a Renovação Carismática Católica que inicialmente estava purificando o catolicismo.
  • Características: Paralelamente ao Pentecostalismo, várias denominações protestantes que eram tradicionais experimentaram movimentos internos, com manifestações pentecostais e isso deu origem a novas igrejas ou movimentos. Em geral os renovados mantiveram a teologia que possuíam assumindo que todos são batizados no Espírito Santo no momento da conversão e que o revestimento de poder é uma 2a bênção.

Classificação Americana

IMPORTANTE: nos Estados Unidos os pentecostais de 1a e 2a onda são considerados um grupo só porque lá os dois grupos surgiram quase ao mesmo tempo (lembrando que foi lá que nasceu o pentecostalismo). Sendo assim, os pentecostais de 2a onda também são Pentecostais Clássicos, embora aqui no Brasil se faça essa distinção. Diferente do que muitos imaginam, muitos pregadores que enfatizavam curas e milagres foram pioneiros do pentecostalismo assim como aqueles que enfatizavam apenas o dom de línguas. Contudo, no meio teológico, a Assembléia de Deus acabou prevalecendo e por isso a teologia pentecostal predominante dá mais ênfase ao dom de línguas que aos milagres.

Nomes como Smith Wigglesworth, Charles C. Cullis, Carrie Judd Montgomery, Maria B. Woodworth-Etter, Gordon Lindsay e Kenneth Hagin foram pioneiros do pentecostalismo que enfatizavam a cura e milagres. Hoje há teólogos pentecostais que criticam esses pregadores e rotulam de neopentecostais. Mas todos foram pioneiros do pentecostalismo. No rastro deles vieram outros nomes famosos como Oral Roberts, Tommy Hicks, Jack Coe, T. L. Osborn, Kathrin Kulman, Benny Hinn e Kenneth Copeland.

Leia sobre Smith Wigglesworth:

Nenhum comentário: