segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Heresias Calvinistas

Heresias Calvinistas

Os calvinistas costumam acusar os arminianos de defender ou produzir heresias. Costumam dizer que o teísmo aberto é fruto do arminianismo, querendo com isso insinuar que é arriscado seguir os 5 pontos arminianos.

Como faria bem se estudassem um pouco a história e admitissem os erros e heresias produzidos no seio do calvinismo. Isso talvez trouxesse mais humildade (coisa que normalmente falta aos calvinistas) e menos intolerância.

Alguns exemplos notáveis de heresias produzidas pelo calvinismo:
1) Muitas congregações presbiterianas na Inglaterra durante o século 18 se tornaram unitarianos.

2) Neste país, em 1924, 1330 ministros presbiterianos assinaram a Declaração de Auburn, um documento que basicamente repudiava os fundamentos da fé.

3) A apostasia do grande baluarte calvinista, o Princeton Seminary, é bem conhecida.

4) Falando do Calvinismo na Suíça, Alemanha, e França, o ex-professor do Calvin College, Charles Miller, expõe: Em todas as três áreas a salvação veio a ser assumida como o direito natural de nascimento. Na calvinista Suíça e na Alemanha o batismo foi presumido assegurar a salvação e foi não apenas um direito mas uma obrigação de cidadania. Na França, independente da vida, confissão, ou convicções intelectuais, o nascimento em uma família huguenote presumia não apenas a qualidade de membro da Igreja Reformada mas ultimamente a salvação.
Ou seja, o calvinismo produziu de fato um descaso missionário, pois desenvolveu um etnocentrismo. Além disso, a tese de que Deus sempre proverá um meio para salvação dos eleitos embute a idéia de que Deus os salvará mesmo que sejamos omissos!

5) O Pai do Liberalismo Teológico foi um calvinista (Friedrich Schleiermacher) – e como se sabe, o movimento liberal até hoje produz estragos no meio cristão.

Estas falhas calvinistas não podem ser atribuídas ao Arminianismo, pois estes “heréticos” eram todos calvinistas professos.

Recomendo aqui a leitura do texto:
http://www.arminianismo.com/index.php?option=com_content&task=view&id=341&Itemid=35

15 comentários:

Ednaldo disse...

A Paz Pr. Cleber.

Só pra lembrar, tem mais uma "heresia calvinista" que o irmão esqueceu.

Em 1610 alguns ministros, por volta de 46, da Igreja Reformada Holandesa assinaram um documento que ficou conhecido como "Remonstrance".

Em Cristo,

Ednaldo.

Mozart Paulino disse...

Paz meu amado,

Estou conhecendo seu blog devido ser indicado pelo blog do Gutierres (Teologia Pentecostal).

Não quero e não vou me delongar em defesa apologética a favor ou contra determinado posiciosamento teológico na questão soteriológica.

Primeiramente parabenizo pelo blog do irmão, razão de eu indicar no meu blog (que loucura da minha parte; quem disse que eu tenho que concordar plenamente com outrém para elogiá-lo?).

Em segunda lugar, sugiro ao irmão estudar um pouco mais a fundo alguns pormenores históricos, pois em um de seus artigos se propôs a acusar "heresias calvinistas". Meu querido, heresias surgiram e surgem no meio que menos esperávamos. Ou o irmão desconhece também as "heresias arminianas"?

Não estou aqui para levantar celeumas, apenas afirmo devemos ponderar um pouco nossas palavras.

Sou calvinista, e mantenho amplos relacionamentos com quase arminianos. Digo "quase" porque até hoje não conheço ninguém que afirme ser declaradamente arminiano em todo seu contexto. Se o irmão for, é o primeiro que estou conhecendo.

Entendo que tanto os calvinistas quanto os arminianos estão coerentes em seus posicionamentos. Calma, vou explicar:

Calvinista:
Se ele crê no:

1. Depravação total do homem; automaticamente o levará à:

2. Eleição incondicional; que o levará à:

3. Expiação limitada; que o levará à:

4. Graça Irresistível); que o levará à:

5. Perseverança dos santos (Prefiro o termo Preservação de Deus).

Não tem meio termo.

Porém. os arminianos:
Se ele crê no:

1. Vontade Livre; automaticamente o levará à:

2. Eleição Condicional; que o levará à:

3. Expiação Universal; que o levará à:

4. Graça Resistível); que o levará à:

5. O homem pode cair da graça.

A lógica que me refiro não é na sua teologia, e sim de como direcionar as idéias para a tal.

Eu creio que a posição calvinista´é mais bíblica e tem mais lógica, conseqëntemente o irmão raciocina da mesma forma quanto o arminianismo.

É salutar termos convicções do que cremos, sem desmerecer a posição adversária, melhor, contrária. Tomemos mais cuidado com as palavras que utilizamos e qual significado pretendemos transmitir.

De seu conservo em Cristo,

Mozart Paulino

Cleber disse...

Ednaldo,
acho que vc não pegou o espírito do texto. O post mostra apenas que há heresias surgindo em todos os meios, e portanto, não procedem as críticas dos calvinistas de que só o arminianismo produz mazelas.

Em 1610 não surgiu uma heresia. Em 1610 houve um retorno à teologia bíblica, haja visto que o calvinismo era algo criado recentemente.

Cleber disse...

Mozart,
é claro que heresias surgiram e surgem no meio que menos esperávamos. Se você observar iniciei o post explicando que o objetivo era justamente mostrar isso. Cansei de ouvir calvinistas dizendo que arminianos geraram o teismo aberto.
Quis mostrar que o calvinismo tbm gerou heresias.

Cleber disse...

Mozart,
quando me apresento como arminiano é justamento por crer que os 5 pontos do arminianismo são bíblicos. Não me interessa saber de todos os pormenos da vida de Armínio ou se ele cria ou não nesses 5 pontos, etc...
O que me interessa é que esses 5 pontos são biblicos, e obviamente divergem do calvinismo.
Respeito os irmãos que pensam diferente, sem concordar com eles.

Ednaldo disse...

Tava só chateando pastor Cleber, eu entendi o que o irmão tentou passar.

Em Cristo,

Ednaldo.

Anônimo disse...

Esta é a minha visita, pela primeira vez aqui. Eu encontrei tantas coisas interessantes no seu blog especialmente a discussão sua. Do toneladas de comentários em seus artigos, eu acho que não sou o único a ter todo o prazer aqui! manter o bom trabalho.

Diego disse...

A Fonte exegética dos presbiterianos do brasil é João Calvino, e questionar a teologia de João Calvino seria questionar o próprio Deus, isto é o que pensa os presbiterianos. A única fonte exegética para a igreja é a Bíblia Sagrada,e ela deve ser interpretada a luz da hermenêutica e não a luz de '' acho'', '' eu penso''.

Liquidificador disse...

Na verdade, criticar o calvinismo é "criticar o próprio Deus" não por criticar o método de João Calvino, mas por criticar a própria bíblia. Em outros termos, "a bíblia é calvinista". Calvino apenas foi um dos que a explicou 100% sem contradições, coisa que o método arminiano de interpretação não faz. Presbiterianos não idolatram Calvino, nem o consideram "deus". A grande verdade é que o calvinismo nada mais é que exegese bíblica. Conclusão que pode ser tomada por ela mesma. Você pode ser um calvinista sem nunca sequer ter lido nada de João Calvino. Quer ser um calvinista? Basta ler a bíblia inteira e resolver as contradições que surgem.

Cleber disse...

Anônimo (Liquidificador),
leia esse post:

http://confraria-pentecostal.blogspot.com.br/2012/04/arrogancia-calvinista-veja-essa-frase.html

Silvino Luís Caldeira disse...

Deus na eternidade já escolheu quem iria se converter e os que iriam se perder.
Por isso não ligo pra religião , pra igreja, para o evangelho, pois tudo isso é em vão .Se sou um eleito vou para o céu de qualquer jeito e se não sou, infelizmente não posso fazer nada , é DEUS que escolhe , que decide!
Vivo minha vida como quero sem me preocupar com isso , pois se me preocupasse com isso ficaria maluco.Sou ateu e acho que foi Deus que me predestinou para ser ateu.
Se sou predestinado a ser ateu não posso dar graças a Deus por isso, pois creio que
Ele não existe.Mas se eu cresse que Ele existe eu não seria calvinista , pois o Deus calvinista é muito louco!Pois falam que Deus vai julgar todos os pecadores por seus pecados e por não crer em Jesus: -mas como pode tal julgamento pode ser justo se os que não são eleitos foram predestinados a continuar no pecado e predestinados a não crer? Isso é muito doido!kkk..prefiro ser ateu! kk

Ministro Janderson Gomes.[MINISTÉRIO VISÃO DE ÁGUIA] disse...

Dizer que o calvinismo é a Bíblia, é "quase" (na verdade eu tenho certeza que é) uma blasfêmia. Nos tempos bíblicos calvinismo nem existia.
O calvinismo é uma heresia, o calvinismo é anti-biblico. Graças a Deus eu não sou calvinista, tenho nojo dessa cosmovisão, pois ela é anti-bíblica.

Willian neves disse...

Sou desde a infância de uma igreja arminiana,ainda adolescente me desviei mas sentia sempre um desejo de retornar então na internet comecei a ouvir pastores como o Hernandes Dias Lopes,Augustos Nicdemos e tive respostas que antes quando ainda estava na igreja eu não tive,logo depois trabalhei com um rapaz presbiteriano e conversávamos muito sobre a tulip e obtive do senhor muitas respostas e posso crer que ele é fiel eternamente e que da palma de suas mãos eu não caio pois a palavra dele é fiel,permaneço em uma igreja arminiana se assim posso dizer mas creio que o calvinismo é biblicamente correto,caso não fosse as cartas de paulo não seriam verídicas,peço sempre a Deus entendimento e que ele renove meu espirito e que fale através da sua palavra.Amemo-nos uns aos outros.

JOSE EDUARDO MARQUES ROCHA disse...

Creio que a teologia reformada e mais coerente com as escrituras mas respeito os irmãos arminianos em Cristo.

jonnatas francisco disse...

Olá gente primeiro vez que visito esse blog esse assunto sobre heresia e bem interessante mais deixa eu falar minha opinião
O que seria heresia se não uma falsa testemunha de cristo, esse termo falso e uma pessoas que conhece o evangelho e faz coisa escondida por traz, um dos maiores exemplo de falsidade e o fariseus que negava a cristo por seus feito e milagres, uma coisa e certa que se jesus não tivesse morrido e vinhece ter morrido no século XX por nós, muitas pessoa iria massacra jesus, e foi isso que aconteceu com jesus pois muitos profetas alertou o povo de Jesus viria a este mundo para morre por nós e os judeus ainda negaram isso é matou o próprio Jesus, eles não creram nas profecia e já foi chamado o próprio Cristo de herege hoje em dia isso não é diferente uns querem ser mais intectual do que os outros servindo o mesmo jesus trazendo dúvida em cima do que o próprio espírito inspirou a bíblia, veja isso que não é doutrina certa e saber o que espírito santo e Deus pensa sobre isso, pois muitas pessoas vivem perguntando qual é a igreja verdadeira a onde vou me congregar, nisso meus irmão começa haver conflito pela verdade, onde irmão se dividem por uma placa, onde não tem concordância onde traz mais dúvidas do que resolver problemas, o grande erros dos calvinista que eu vejo e que eles usam a boca de cristo como se fosse cristo falando. Mais jesus chegou uma vez no barco onde tinha vários líderes falando sobre o que eles creem e jesus disse : a quem vocês serve a paulo, Pedro etc, a quem vocês servem a diferença do pentecostal sobre isso e que eles não se acha digno de falar da palavra de Deus se o espírito santo não estiver no controle da mensagem para que não vire um preceito de homens. O que mais observo e tomo as palavras de paul washer e que não vemos mais o poder do Espírito atuando de forma que traga regeneração. Eu vejo uma rivalidade evangélica que não termina em lugar algum onde são tomados pelo poder e julgam pelo que seus olhos vêem e acredita, sabe como vejo jesus nessa posição como homem sego e espírito guiando ele pois a verdade que sempre aprendemos já está no nosso corações, e nada do que você acredita e afirma, o espírito falará diferente, você nunca percebeu que tudo que os Calvinista e armenianos na prática e difícil é totalmente de deferente, sejam guiado pelo espírito de Deus onde o que você acha impossível para Deus e possível, onde você diz e assim, Deus diz não é assim, nada irmão pode vim de nós mesmo mais tem que vim do espírito para trazer vidas as palavras é por isso que digo seja um sego para entender algumas coisa que você não quer entender o senhor afirma eu não penso como homens pensa e nem o homem entende o outro mais o espírito entende e ele esquadrinha até as profundezas de Deus.