Não fui reformado! Fui transformado por Deus!

Nesse blog não fazemos proselitismo. Esse é um blog pentecostal voltado para pentecostais.
Veja na Bíblia os 5 PONTOS DO ARMINIANISMO. E veja aqui mais itens sobre Arminianismo.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

ATOS também é normativo!

ATOS também é normativo!

Acho curioso que sempre que estamos argumentando com um reformado sobre algum tema e citamos algum exemplo, padrão ou ensino do livro de Atos, logo ouve-se aquela batida frase:
- "O livro de Atos é um livro histórico, não é normativo".

Quem já estudou hermenêutica sabe que existe um princípio importante que é testar a validade de nossas "regras de interpretação", pois se usarmos premissas erradas chegaremos a conclusões equivocadas.

Os reformados (cessacionistas) sempre defendem que Atos não é normativo. Isso é bastante conveniente para quem não quer admitir ensinos bíblicos como o batismo no Espírito Santo como obra distinta da conversão.

O curioso é que para os reformados Atos é o único livro não-normativo da Bíblia. E olha que os evangelhos também estão repletos de relatos históricos, e nem por isso são tidos como não-normativos.

Mas o argumento que quero destacar é o seguinte: Os exemplos bíblicos tem autoridade doutrinária quando denotam um padrão.

Evidente que não se pode pegar um relato particular registrado na Palavra e transformar em doutrina.
Exemplos:
Se pegar só a experiência de Jesus no Monte direi que sempre deve-se orar a madrugada toda.
Se pegar só a experiência de Daniel direi que sempre deve-se vestir-se de pano de saco ao jejuar.
Se pegar só a experiência de Paulo direi que toda conversão deve ser acompanhada de um clarão no céu.
Se pegar só a experiência do Pentecostes (At 2) direi que sempre o batismo no ES deve ter línguas de fogo na cabeça das pessoas.

Mas deve-se descobrir o padrão bíblico de determinada prática espiritual para estabelecer a doutrina. Se analisarmos a Bíblia toda teremos um entendimento completo sobre qualquer assunto.
Há padrões bíblicos para Oração, Jejum, Conversão e Batismo no Espírito Santo. Por exemplo, vemos na Bíblia que todo Batismo no Espírito era acompanhado de algo sobrenatural.

Se as histórias bíblicas não podem ser usadas doutrinariamente então não poderemos dizer quase nada a respeito da oração, por exemplo. A maior parte dos ensinos sobre oração advém dos exemplos registrados na Bíblia. Onde orar, como orar, quando orar... são lições tiradas das histórias bíblicas. E isso é feito tanto pelos pentecostais quanto pelos reformados. Afinal, a regra básica de hermenêutica é que "a Bíblia interpreta a própria Bíblia".

Portanto, o livro de Atos é tão normativo quanto os demais livros da Bíblia.
E quero ver provarem o contrário.

8 comentários:

Clóvis disse...

Cleber,

Creio que Atos é normativo e que Lucas tencionava fazer teologia além de registrar história. Porém, ao interpretar uma passagem de Atos devemos levar em consideração o estilo.

Em Cristo,

Clóvis

PS.: Li "Uma resposta firme..." e estou esboçando algumas considerações, a ser publicadas em breve.

Anônimo disse...

O problema é exatamente isto: enquanto que escritores bíblicos não tentam fazer teologia sistemática (seja nos livros históricos ou nas cartas), os teólogos querem sistematizar os pensamentos de Deus.
Assim chega-se a conclusões, sistemáticas, mas restritas, e que levam a discussões.
Quando Atos narra fatos, que hoje seriam considerados 'pentecostalismo', Deus permitiu que este livro fosse incluido no canôn para servir como exemplo de cristianismo prático para todas as gerações.
Os 'cessacionistas' simplesmente encerram o assunto, afirmando que Atos é uma narrativa de transcrição. Assim, estão afirmando, que o livro não tem valor para o cristão de hoje.
Chamos isto de "criticismo bíblico de piedoso". Pois o mecanismo de interpretação é o mesmo dos criticos modernos e liberais, que relativizam o conteúdo bíblico, considerando partes do NT como mera obra humana ou fruto de escritores pós-apostolicos.
Nenhum 'cessacionista' gostaria ser comparado a Rudolf Bultmann (o teólogo que desmistificou o NT), mas agem da mesma maneira. A arma que usam: teologia sistemática, aparentemente consistente e fundamentada na Biblia.
Abraço,
Matias

Cleber disse...

Matias,
não acho que a teologia sistemática "roube" algo da Bíblia.
Ele se complementar aos outros ramos da teologia, e é essencial na nossa compreensão.

Cleber.

Miranda disse...

Dá pra ver que vcs não entendem nada de Hermenêutica...!!

Irmão quando se trata de Hermeêutica e exegese os Calvinistas são expert nisso. Como é que vcs podem crer que Atos é normativo diante de tantas evidências que ele é totalmente descritivo (historico). A mais de 1900 anos as igreja acreditou assim. Os reformadores acreditaram assim, mas depois que seitas pentecostais começaram a sugir,a confusão se estabeleceu.Como tenho sempre dito e até postado em alguns blogs: Os pentecostais realmente são fracos em seus argumentos teológicos!

Cleber disse...

Miranda,
tenho impressão de que você realmente não leu meu texto.

Procurei mostrar que podemos extrair um padrão do livro de Atos assim como de todos os demais livros da Bíblia.

Por que o livro de Atos seria o único que não pode nos ensinar nada?
Só porque os reformados querem assim?

Por que vocês não descartam tbm os evangelhos já que eles tbm são "descritivos"?
Aliás, o livro de Lucas e Atos eram um livro só durante um bom tempo.

De minha parte quero terminar dizendo que amo meus irmãos calvinistas.
Discordo, mas amo e tenho-os em alta estima.

Pr Cleber.

Duda Serra disse...

Cléber,
Parabéns por discordar de uma forma tão educada e fraternal.
Infelizmente tenho que dizer que a empáfia que vejo em certos calvinistas no meio virtual (com raras exceções), como se fossem os donos da verdade, tal como vi no Miranda, me faz ter sérias restrições ao grupo.

Cleber disse...

Obrigado pelas palavras Duda!
;-)

Hermecildes Anderson disse...

Falar em línguas é um dom, mas não está acima dos outros, não se pode evidenciar quem tem o dom de governar com o de línguas,é obvio,é um dom de Deus mas que pegaram como um brinquedinho apenas, I Corintios Paulo ensina com maestria a respeito disso. Existe muitas igrejas de Corinto mundo afora.Atos, claro, é descritivo, claro que não sou cessacionista, mas o batismo no Espírito Santo acontece, não de forma normativa, como se eu fizer tal coisa acontecerá, mas acontece conforme Deus quer e não com todo mundo, a regeneração não precisa do falar em línguas, Deus salvou está salvo, ponto e pronto, quanto a um ministério, sem problemas tb, não precisa de linguas. Tenham Fé!!!